29.5.15

Resenha do Livro : Viagem ao Centro da Terra - Júlio Verne




Axel está prestes a viver a aventura de sua vida, ainda que a contragosto. Obrigado pelo tio a acompanhá-lo numa expedição ao centro do planeta, o jovem e perspicaz narrador diverte o leitor com seu bem-humorado relato da jornada, angustiado diante das excentricidades do genial professor Lindenbrock e de seu impassível guia. Fruto de meticulosa pesquisa, Viagem ao centro da Terra alia entretenimento a informação. Explorando culturas, cidades e mares, reconstrói a evolução do planeta e prova que nada é impossível quando se tem coragem. Pelo menos, o bastante para encarar uma inversão fascinante e, ao mesmo tempo, terrível bem debaixo de nossos pés: uma aparente semelhança revela o mais profundo estranhamento de nosso próprio mundo, colocando em xeque todo o conhecimento de uma sociedade. Mas é da destruição que surge o prazer da descoberta. A narrativa detalhada, poderosa e ritmada nos desafia a correr à internet para procurar cada lugar, checar cada informação. Até o momento em que o leitor perceberá estar — como Verne queria — cativado e irremediavelmente curioso, ávido por entender melhor seu mundo e a si próprio.
Fantasia  | 280 Páginas |  Editora Ática | Skoob | Compare & Compre: Submarino  Saraiva •Amazon| Classificação: 5/5

Nota Explicativa : Olá leitores como vocês estão ? , quanto tempo né ? , é .. então para quem não sabe eu estou naquele ano maluco de vestibular , no qual a pessoa só estuda e estuda e nada mais , por isso não tenho postado , somente os resenhistas do blog ,peço desculpa por esse sumiço , mas ano que vem tudo vai estar normalizado , e não vou abandonar o blog , JAMAIS ... e olha que tenho muitos projetos para o nosso blog ... Espero que vocês entendam ! Beijos e abraços a todos !
“Nós éramos de fato as únicas criaturas vivas desse mundo subterrâneo. Por certas acalmias de vento, um silêncio, mais profundo que os silêncios do deserto, descia sobre as rochas áridas e pesava sobre a superfície daquele mar. Eu procurava então penetrar as brumas distantes, rasgar a cortina lançada sobre o fundo misterioso do horizonte.” (VERNE, pag. 151, 2011)
Os personagens se apresentam ao decorrer da narrativa, porém o professor Lidenbrock logo nos primeiros capítulos deixa claro a sua personalidade – ranzinza, impaciente, insensível e explosivo – assim como seu sobrinho Axel, um jovem tranquilo e cético, que de primeiro momento se opôs totalmente a embarcar naquela viagem perigosa, guiados apenas por uma pista em runas de um sábio islandês e um fiel guia, Hans, este sendo o que mais me deixou intrigada pelo temperamento quieto, reservado e fiel aos companheiros.

A magnífica estória começa quando o excêntrico professor Lindenbrock acha um antigo documento codificado em um livro velho, e seu sobrinho Axel o decifra: um tal de Arne Saknussemm afirma ser possível entrar nas entranhas do globo terrestre, e confirma ter o feito. Como o bom louco cientista aventureiro que que Lindenbrock é, ele arrasta seu sobrinho para fazerem a viagem á Islândia que é o local indicado no documento,e contratam um guia para levá-los até o vulcão Sneffels, que ia servir de entrada até o centro da Terra, para dar inicio á expedição.

Ao chegar lá, eles finalmente adentram no vulcão começando a aventura , apesar de Axel acreditar ser impossível chegar ao centro devido as teorias de muitos cientistas que afirmavam existir do calor central, traduzindo, eles seriam fritos de calor ao se aproximarem do centro.

Os capítulos são curtos, o que permite ao leitor respirar com frequência, pois embora a linguagem de Verne não seja maçante, sua narrativa é bastante descritiva. Além disso, como se trata de um relato de uma longa jornada não se pode esperar que este relato seja mais ágil que os acontecimentos que lhe deram origem.

Julio Verne consegue detalhar concepções científicas com bastante detalhe e conhecimento, o que torna o livro mais interessante ainda. Ele é conhecido como um precursor do gênero ficção científica e o faz com bastante primor e propriedade. Tal livro é delicioso de se ler e, algo extremamente importante, aguça, não só a curiosidade, como também a imaginação, ajudando ao leitor, a viajar pelas letras como se não houvesse limite para nosso pensamento.
© Literatura News. Todos os direitos reservados.
Layout produzido por: Fê Goulart
Com a ajuda de diversos sites de tutoriais.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo