23.9.16

Resenha: O Saotur - Natalia Smirnova Moraes


Se o bater das asas de uma borboleta pode causar uma tempestade do outro lado do mundo, poderia então uma pérola afetar o destino de uma raça inteira?
Depois de se aventurar pelo mundo em um navio de saqueadores e criminosos, Constantin Teller é levado por um trágico naufrágio à terras das quais o mundo nunca ouviu falar. Terras guardadas por escudos de Menelau como se fossem o maior dos segredos. O forasteiro é resgatado por Lyhty Morken Fin, uma jovem que chama a atenção pelo olhar de cor purpura e vitalidade contagiante, e que torna-se uma amiga para a qual ele confessa uma vida de crimes e promiscuidade. Aspirante a escritor, Constantin deseja espiar seus crimes quando é levado até a capital onde passa a morar. Mas nem tudo está em paz nessas terras estranhas e a aparição do forasteiro apenas esquenta ainda mais os ânimos de um povo dividido, de uma raça oprimida e de um castelo envolto em mistérios.
Um confronto entre o povo das águas e o reino já é inevitável.
Aventuras, segredos, traições, orgulho e amores proibidos são apenas algumas das facetas de um lugar cuja existência foi oculta por séculos. Histórias envolventes que vão mudar o rumo de muitas vidas, criaturas majestosas e revelações chocantes ilustram os capítulos deste livro.
Fantasia | Páginas: 234 | Editora Amazon KDP|Skoob |Compare & compre: Submarino • Saraiva • Amazon| Classificação: 5/5 | Ano: 2016

Quando deparei com as primeiras páginas do livro, a primeira sensação é que fui transportada para um outro tempo, um tempo onde castelos e seres místicos ainda vagavam pela terra como algo tão normal e plausível como qualquer outra coisa mais simples é para nós. Também me senti como se de repente eu tivesse voltado para a época dos meus antepassados vikings (sim, descendo de vinkings, só não sei de onde eles vieram), então essa proximidade entre o livro e com as lendas e mitos nos quais eu cresci ouvindo e creio até hoje, foi muito forte.
E outra coisa que me ajudou (e que com certeza irá acontecer com qualquer pessoa que ler O Sautor) a ir para essa "outra dimensão" é o estilo como Natalia narra a história. Há uma sutileza e fluência que apenas são encontradas nas lendas folclóricas europeias, as quais claramente inspiraram a autora ao escrever o livro.
"Majestosa como nenhuma criatura viva poderia ser, a coruja de bico dourado sempre foi o pior dos presságios. Sua imponência vinha da sabedoria à qual era eternamente atribuída e do bico que reluzia a ouro puro tão intensamente quanto seus enormes olhos. Mesmo antes das terras serem domadas por vikings, as corujas de bico dourado eram muito raras de serem vistas. E sempre que isso acontecia, causavam espanto, tanto por sua beleza quanto pela promessa de trazer consigo uma desgraça de proporções sobrenaturais." 
Outro ponto que chama muita atenção no livro e que ajuda o leitor a ser conduzido ao longo da história são os personagens. Logo no primeiro capítulo conhecemos o casal de amigos Constantin Teller e Lyhty Morken Fin. Teller é um jovem pirata que vivia a bordo do navio Volvet, onde viveu várias aventuras e cometeu crimes dos quais ele claramente se envergonha, coisa que não ocorreria com os piratas aos quais estamos acostumados. 

Outro fato que chama atenção no jovem Constantin é que ao contrário de um pirata usual, ele é um grande intelectual que ao invés de almejar tesouros, sonha em ser escritor. Com isso e vários outros atributos, como o cavalheirismo que ele trata Lyhty, eu já consegui me simpatizar com o personagem logo de cara.

Também há a jovem Lyhty, a qual chama a atenção por sua beleza peculiar: os olhos cor púrpura é um dos atributos dessa beleza. Ela também é uma garota que possui uma certa curiosidade e vivacidade que irradia todos a sua volta e também dotada de um espírito aventureiro que é de certa forma reprimido pelos familiares dela. Sua tigresa Gaya também chama a atenção por ser de pelagem negra com listras púrpura.

Mas o casal que realmente é o centro do livro é Helena e o Saotur Lótus. Mas antes de falar deles, vou abordar um pouco sobre o que é um Saotur.

Seres que habitam águas quentes, pois as frias podem matá-los, os Saotur são semelhantes as sereias, porém com características diferentes. Como bem conhecemos, sereias são seres metade humanos e metade peixe, enquanto um Saotur é quase semelhante a um humano: eles podem caminhar na terra e no lugar da cauda de peixe, eles tem pernas e pés que seriam parecidos com um pé de pato. Seu tom de pele é prateado e cheio de escamas, possuem unhas venenosas e dentes caninos afiados. São temidos por sua natureza agressiva e matam qualquer pessoa que julgam ser uma ameaça (e óbvio, a devoram depois de matar, pois gostam muito de carne).

Porém, algo diferente aconteceu quando se tratou de Helena e Lótus. Helena é uma jovem nobre, fadada a um destino o qual ela não escolheu para si: casar com seu amigo de infância, Orpheu. Em decorrência disso, ela vai até a praia todas as noites para chorar e nesta mesma praia e horário em que Lótus fazia sua caminhada noturna pela terra. Deparando com Helena naquele estado, o Saotur acaba se apiedando dela e dá um presente que viria a ser o símbolo do casal: uma pérola.
Depois de alguns encontros (coisa que não é permitida entre humanos e saotur, pois são inimigos) e de alguns desentendimentos, os dois acabam se unindo e nasce o pequeno Saphere dessa união.

Existem outros personagens muito interessantes ao longo do livro, como a Saotur Naye, a bela rainha Amaranth, o sábio Theo e dentre muitos outros dos quais eu gostaria de falar, mas a resenha ficou muito extensa já.

Enfim, depois disso tudo que escrevi aqui, só posso dizer que o livro é realmente fantástico, daquele tipo que você começa a ler e não para até ele terminar, pois apesar de ser curto, ele é recheado de emoções e aventuras que prendem a atenção de uma maneira que não fica cansativa a leitura após horas. E tenho certeza que quem ler, vai partilhar do que eu penso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Literatura News. Todos os direitos reservados.
Layout produzido por: Fê Goulart
Com a ajuda de diversos sites de tutoriais.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo